Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
domingo
09-08-2020
Céu Pouco Nublado
Máx: 35º
|Mín: 21º

“Cortiçada Weekend” liga Sertã, Proença-a-Nova e Oleiros

28 jul, 2020

O “Cortiçada Weekend” vai decorrer entre 6ªfeira e domingo, 31 de julho a 2 de agosto, numa iniciativa inédita, que vai ligar os concelhos da Sertã, Proença-a-Nova e Oleiro à internet, num festival online, que irá decorrer nas redes sociais.

O evento contará com inauguração de três obras de arte criadas em co-autoria pelas arquitetas Marta Aguiar, Mariana Costa e Sofia Marques de Aguiar, do escritório de arquitetura MAG - Marques de Aguiar, com a realização de workshops e com a transmissão de concertos em streaming. O evento realiza-se no âmbito do Cortiçada Art Fest – Festival de Experiências Artísticas na Paisagem, dinamizado por estes municípios, em colaboração com este mesmo escritório de arquitetura, que assegurou a curadoria do projeto, com o propósito de homenagear a interioridade e dar uma nova vida à região.

O “Véu”, o “Farol dos Ventos” e a “Moon Gate” são as obras de arte que serão inaugurados e constituem um roteiro de obras de arte, incluindo-as na paisagem onde estão instalaras em cada localidade.

O primeiro dia deste festival em streaming, 31 de julho, é dedicado à vila da Sertã e arranca com o desafio digital “Este ou o teu véu”, às 17h, que convida os participantes a desenhar, pintar, fotografar, filmar, construir, ou escrever, no sentido de descrever a obra de arte Véu, da Cortiçada Art Fest, instalado na Sertã, ou o seu próprio véu. A ideia é que as interpretações dos participantes sejam partilhadas no Instagram e com a menção @cortiçadaartfest, para que ao longo do dia da inauguração as obras sejam partilhadas no Instagram corticadaartfest, e as mais inspiradoras se habilitem a serem publicadas em corticadaartfest.pt

Às 17h30 realiza-se um workshop com Fernando Nunes, um artesão natural da aldeia do Amioso, apaixonado pela madeira, capaz de transformar raízes inteiras numa peça única de mobiliário. É a forma das raízes e dos troncos que o inspiram e ditam o futuro uso de cada peça. De pedaços de madeira que para outros não serviriam para mais nada, Fernando cria mesas, cadeiras, bancos e garrafeiras, entre outros móveis.

A inauguração da obra “Véu”, no Jardim da Carvalha, está marcada para as 21h. Instalada sobre o açude da Ribeira da Sertã, esta obra celebra a confluência das duas ribeiras e a ponte filipina, mas também entre a paisagem do jardim, a nordeste, e a paisagem rural, a poente, fazendo a transição entre a vila urbana e os terrenos agrícolas. O dia culmina com o concerto streaming do pianista Mário Figueiredo, autor dos discos “Depois de Outras Viagens” e “Fotografia”, que pretende aproximar a música e a fotografia.

No dia 1 de agosto, o palco muda para Proença-a-Nova, e também o dia de festival começa com um desafio online, desta vez sobre a obra de arte “Farol dos Ventos”, esta instalada precisamente em Proença-a-Nova. Mais uma vez, o desafio “Este ou o teu Farol dos Ventos” consiste em interpretar esta obra através de outras formas de arte, seja o desenho, pintura, a escrita, a fotografia ou o filme, e promover a sua partilha no Instagram corticadaartfest, com a referência @cortiçadaartfest. 

O workshop a realizar em Proença-a-Nova tem hora marcada para as 17h e será conduzido por Helena Fernandes, natural da aldeia do Sobral Fernando, que irá partilhar a sua arte, depois de, ao fim de muitos anos, voltar à sua terra para desenvolver as suas tapeçarias, pintura a óleo, carvão, cerâmica e outras artes. Às 20h decorre a inauguração da obra “Farol dos Ventos”, esta construída no lugar da Buraca da Moura, na Serra das Talhadas, que, entre a meseta e as terras baixas do Sul, define o enquadramento paisagístico de Proença-a-Nova. A banda Soul Brothers Empire, encerra o dia com um novo concerto streaming, num espetáculo que, entre outros estilos, mistura reggae, punk, rock e ska numa fusão única.          

O último dia do Cortiçada Weekend segue até Oleiros, e o desafio online, a partir das 17h, vai incitar novos participantes a partilharem as suas interpretações sobre a obra “Moon Gate”, instalada neste concelho, através das diferentes formas de arte (desenho, pintura, fotografia, filme ou escrita), para posterior partilha no instagram através da referência @cortiçadaartfest. Segue-se o workshop online, meia hora depois, que será ministrado por Jorge Marquez um artesão autodidata que procura expressar a sua sensibilidade nas peças que cria. Mais conhecido pelo domínio da filigrana em arame que lhe permite construir objetos à escala real, como o carro exposto no museu Automobilístico e da Moda de Málaga, Jorge também domina outras artes, como o desenho, pintura e cerâmica.

Às 21h, a inauguração da obra “Moon Gate”, em Torna, Ribeira de Oleiros, completa o roteiro de obras de arte da Cortiçada Art Fest, que pela sua cor e texturas, assim como pelos diferentes graus de translucidez, evoca a entrada num jardim distante. E por fim, às 21h30, os Senza protagonizam o último momento musical deste fim de semana cultural online. Esta banda de músicos viajantes apresenta agora o seu segundo disco, “Antes da Monção”, baseado na viagem que fizeram recentemente à Índia, que promete inspirar o público com novas histórias retratadas nas suas canções e com a participação de grandes nomes do panorama musical português como Júlio Pereira, Rão Kyao e João Frade.

A parceria intermunicipal entre os concelhos de Sertã, Proença-a-Nova e Oleiros, que deu origem à Cortiçada Art Fest, surge na sequência dos danos sem precedentes provocados pelos incêndios de 2017, e além da criação de um roteiro, com a produção e instalação de três obras de arte na paisagem, inclui a programação da Cortiçada Week, uma semana de experiências de construção, a realizar no verão de 2021. Em breve será também anunciado um concurso destinado a artistas locais destes municípios, que culminará com uma exposição "Territórios de Fogo”. O Cortiçada Art Fest é um projeto financiado pela DGARTES, no âmbito do “Programa de Apoio em Parceria - Revitalização do Pinhal Interior - Programa de Desenvolvimento Cultural o Território”.

ENTREVISTA

  • Música do Dia

    Farmácia de Serviço

    domingo09-08-2020 Farmácia Grave Rua de Santo António, 69
    6000-100 Castelo Branco
    Tel: 272344542
    Serviço Permanente:
    Das 09:00 do dia indicado até às 09:00 do dia seguinte
    Farmácia de Reforço:
    Só aos Sábados das 08:30 às 12:30 horas