Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
quarta-feira
19-06-2019
Chuva Fraca
Máx: 25º
|Mín: 15º

InovCluster lidera Programa que valoriza a Fileira do Queijo da região Centro

09 Jan, 2019

São cerca de 2 milhões e 700 mil euros que estão destinados ao Programa de Valorização da Fileira do Queijo da região Centro Interior de Portugal.

A InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro –, com sede em Castelo Branco, é a entidade que lidera este projeto, que já teve início no dia 1 de janeiro de 2019 e envolve um consórcio de 14 parceiros.

O programa está direcionado para os queijos DOP – Denominação de Origem Protegida – da Beira Baixa, Serra da Estrela e Rabaçal.

Em Castelo Branco, o Programa de Valorização da Fileira do Queijo foi apresentado esta terça-feira, 8 de janeiro, em conferência de imprensa, onde a presidente da InovCluster, Cláudia Domingues Soares, explicou a criação do projeto, que visa apoiar os agentes da fileira, desde os pastores e produtores de leite até ao consumidor.

Cláudia Domingues Soares, presidente da InovCluster, falava na apresentação do Programa de Valorização da Fileira do Queijo da região Centro, um projeto que segundo a responsável “vai da produção, passando pela transformação e terminando no marketing e comercialização”.

Além disso, o programa foi estruturado pelo consórcio dos 14 parceiros a fim de implementar uma estratégia comum que assenta em cinco fatores críticos de competitividade.

De entre as várias ações previstas, a presidente da InovCluster, Cláudia Domingues Soares, revela que está a criação de escolas de pastores e de queijeiros, a criação de Bancos de Terras para pastores, bem como a implementação de uma campanha conjunta de promoção, uma vez que o queijo “tem qualidade, mas temos um problema de quantidade”.

Além disso, o programa com investimento total de 2,7 milhões de euros, com 85% de financiamento do Centro 2020, conta também com 428 mil euros destinados à Rota Turística e Gastronómica Queijos da Região Centro, financiada em 65% pelo programa Valorizar.

Nesse sentido, Luís Correia, presidente da Câmara de Castelo Branco, entidade que financia a InovCluster e o CATAA – Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar -, afirma que “além da valorização direta do queijo, este projeto tem também uma perspetiva turística”.

Para o autarca, o envolvimento da InovCluster e do CATAA no Programa de Valorização da Fileira do Queijo mostra “que a aposta no agroalimentar dá frutos e ajuda a alavancar aquilo que é a economia local” de Castelo Branco.

Patrícia Pinto |
Pub - V Encontro Percussao Tradicional.png

Música do Dia

Farmácia de Serviço

quarta-feira19-06-2019 Farmácia Nuno Álvares Av. 1º de Maio, 83
6000-086 Castelo Branco
Tel: 272341445
Serviço Permanente:
Das 09:00 do dia indicado até às 09:00 do dia seguinte
Farmácia de Reforço:
Só aos Sábados das 08:30 às 12:30 horas