Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
domingo
21-07-2019
Céu Limpo
Máx: 37º
|Mín: 18º

Castelo Branco recebe “A Floresta – Muito Mais do que Madeira”

25 Jan, 2019

A exposição “A Floresta – Muito Mais do que Madeira” acaba de ser inaugurada no Centro Cívico da cidade de Castelo Branco, com o intuito de alertar para a importância ambiental, económica e social deste ecossistema, bem como a gestão sustentável.

Nesse sentido, devido à importância deste recurso, a Câmara Municipal de Castelo Branco, em colaboração com o BPI e a Fundação “La Caixa”, trouxeram até à capital da Beira Baixa a primeira exposição itinerante da Fundação em Portugal, “A Floresta – Muito Mais do que Madeira”.

A mostra foi inaugurada esta quinta-feira, 24 de janeiro, e no decorrer da cerimónia, Luís Correia, presidente da Câmara Municipal, afirmou que “53% do território de Castelo Branco é floresta”, um “recurso para defender e valorizar”.

Luís Correia, presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, entidade que trouxe ao centro da cidade a exposição “A Floresta”.

De acordo com o autarca, o Município tem vindo a desenvolver várias ações, nomeadamente de sensibilização da população, para a importância deste ecossistema terrestre. Um trabalho que pode ser complementado ao visitar a exposição, que segundo Luís Correia, é direcionada para todas as faixas etárias, “desde as crianças do pré-escolar, aos alunos da Universidade Sénior”.

“A Floresta – Muito Mais do que Madeira” é uma mostra que retrata a floresta nas suas variadas formas, e que vai muito além do valor económico e da madeira como matéria prima. De acordo com o comissário do evento, Paulo Magalhães, “a floresta é muito mais do que isso, é fonte de vida”.

Paulo Magalhães, comissário da exposição “A Floresta – Muito Mais do que Madeira”, que acaba de ser inaugurada no Centro Cívico de Castelo Branco.

Ainda no decorrer da sessão inaugural, Artur Santos Silva, presidente honorário do BPI e curador da Fundação “la Caixa”, afirmou que tendo nós uma das maiores áreas florestais da europa, “o nosso país não deu a resposta que havia de dar”. Para o responsável, “a política florestal tem de ser voltada para uma maior diversidade de espécies”.

Artur Santos Silva, presidente honorário do BPI e curador da Fundação “la Caixa”, realçou ainda a importância desta mostra, “não só para a educação do ambiente, para os problemas da biodiversidade, mas também é uma oportunidade para estimular a procura de todos nós, de uma atitude mais positiva, perante os desafios que a floresta nos coloca”.

O curador da Fundação “la Caixa” realçou ainda em Castelo Branco que “estamos a dar passos firmes para contrariar as tendências que tivemos no passado”, em termos de desastres florestais.

A exposição “A Floresta – Muito Mais do que Madeira” está patente no centro cívico de Castelo Branco até ao dia 21 de fevereiro e tem entrada gratuita.

Patrícia Pinto |

Música do Dia

Farmácia de Serviço

domingo21-07-2019 Farmácia Morgado Duarte Av. Gen. Humberto Delgado, 55
6000-081 Castelo Branco
Tel: 272341465
Serviço Permanente:
Das 09:00 do dia indicado até às 09:00 do dia seguinte
Farmácia de Reforço:
Só aos Sábados das 08:30 às 12:30 horas