Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
sábado
18-11-2017
Céu Limpo
Máx: 20º
|Mín: 6º

Arnaldo Brás e Jorge Neves homenageados na ACR “As Palmeiras”

13 Nov, 2017

O antigo vice-presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Arnaldo Brás, e o antigo presidente da Junta de Freguesia albicastrense, Jorge Neves, foram homenageados pela Associação Cultural e Recreativa “As Palmeiras”, em Castelo Branco.

O antigo vereador do Município, Arnaldo Brás, aproveitou para agradecer a distinção feita pela coletividade, realçando que “foi um prazer” ter participado nas “grandes modificações” que se realizaram ao longo dos anos, na cidade e no concelho.

Arnaldo Brás, antigo vice-presidente da autarquia albicastrense, aproveitou o seu discurso de homenagem, para recordar e fazer uma retrospetiva da sua carreira política ao longo de 20 anos.

O ex-vereador considerou que “Castelo Branco tem a sorte de ter um conjunto de associações de grande qualidade, que ao longo destes anos, tiveram um papel importantíssimo no desenvolvimento da cidade”.

Também alvo de homenagem por parte da Associação “As Palmeiras” foi o antigo presidente da Junta de Freguesia de Castelo Branco, Jorge Neves, que aproveitou a ocasião para alargar a distinção a quem com ele trabalhou ao longo dos vários anos ao serviço da comunidade albicastrense.

Jorge Neves, que aproveitou o momento de homenageado para se tornar associado da coletividade, considerou que “a Associação Cultural e Recreativa “As Palmeiras” é claramente um exemplo muito grande do que é a solidez da nossa comunidade”.

Com várias atividades, projetos e grupos musicais, a associação do Bairro Ribeiro das Perdizes aproveitou a Festa das Atividades, “devido à importância deste dia” para homenagear “as duas pessoas que nos 20 anos transatos muito contribuíram para o êxito da coletividade”, tal como referiu na ocasião o presidente d’As Palmeiras, Davide Jacinto.

Patrícia Pinto |