Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
quarta-feira
13-11-2019
Chuva Fraca
Máx: 11º
|Mín: 5º

Idanha-a-Velha inspira-se no Rei Wamba para divulgar sabores e património

09 Nov, 2019

A Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha, no concelho de Idanha-a-Nova, viveu três dias de festa e animação cultural com o evento “Nas terras do Rei Wamba…há Pão!”, inspirado na história de Wamba, lavrador de condição, que um milagre o tornou rei dos Visigodos.

Assim, a aldeia foi um museu ao ar livre, com música, teatro, cinema, gastronomia, palestras, oficinas, visitas temáticas e atividades para crianças.

No decorrer do evento, o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, lembrou que “é a riqueza de Idanha-a-Velha, de uma singular relevância por resultar de dois mil anos de história e da permanência de diversas civilizações, que alimenta as histórias que contamos durante estes três dias, mas também ao longo de todo o ano”.

Além disso, o autarca ressalvou que o objetivo “é criar riqueza e emprego com a valorização do património natural e histórico-cultural”.

Durante o evento estiveram em destaque vários momentos, como por exemplo: o lançamento da 2ª edição do livro “Sabores de uma Época, Tradições de uma Terra”; a confeção de pão regional (o famoso Casqueiro) e de bolos no Forno Comunitário de Idanha-a-Velha; e variadas experiências gastronómicas.