Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
domingo
21-07-2019
Céu Limpo
Máx: 37º
|Mín: 18º

Sustentabilidade marca 23ª edição da Feira Raiana em Idanha-a-Nova

10 Jul, 2019

A 23ª edição da Feira Raiana, que se realiza em Idanha-a-Nova de 17 a 21 de julho, vai ficar marcada pela sustentabilidade.

Neste certame não irão estar apenas as tradicionais mostras de artigos de artesanato ou dos setores agrícola, animal, agroalimentar, florestal, turístico e cultural, mas irão realizar-se também vários fóruns sobre a sustentabilidade.

O FISAS - Fórum Internacional Territórios Relevantes para Sistemas Alimentares Sustentáveis – vai decorrer em simultâneo com a feira e será um espaço plural, que vai contemplar o Fórum Mundial de Inovação Rural, o Seminário Internacional “Sistemas Importantes do Património Agrícola Mundial”, o Congresso Internacional das Bio-Regiões e ainda a Oficina “Políticas Públicas Locais para a Sustentabilidade Alimentar”.

Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, falava esta terça-feira, 9 de julho, na Diputación de Cáceres, em Espanha, onde decorreu a apresentação da Feira Raiana.

Um evento que vai lançar projetos-piloto na área da sustentabilidade e atrair vários empresários e políticos de diversos países, bem como agências da Nações Unidas para discutir temas do mundo rural.

De acordo com o autarca idanhense, o objetivo é “criar um compromisso entre a atividade política e a atividade empresarial, para classificar determinadas áreas”, para que estas “possam ser replicadas noutras partes do mundo”.

Um desejo das Nações Unidas para trabalhar questões em que “os territórios rurais dão um contributo muito positivo para a minimização das alterações climáticas, a preservação da biodiversidade, e a qualidade da água”.

Armindo Jacinto disse ainda, em declarações à Rádio Castelo Branco, que o Município de Idanha pretende “captar investimento e investidores” e com a diferenciação de um evento como a Feira Raiana, o objetivo passa por “trazer inovação, conhecimento e talento para Idanha”.

Por outro lado, o evento, que se define como a “principal feira de cooperação transfronteiriça da Península Ibérica”, é um certame que irá juntar e discutir os principais problemas que há na fronteira, como afirmou o Alcaide de Moraleja. Julio César Herrera disse ainda, no decorrer da apresentação da Feira Raiana, que “a cooperação transfronteiriça é um pilar fundamental para o desenvolvimento económico e da fauna” de ambas as regiões.

A 23ª edição da Feira Raiana, em Idanha-a-Nova, vai contar ainda com corridas de toiros, gastronomia, diversos workshops como o I-Danha Food Chef (cozinha sustentável), o 1º Encontro Ibérico para a Música na Infância e concertos de Xutos & Pontapés (17 de julho), Miguel Araújo (18 de julho), UHF (19 de julho), Aurea (20 de julho) e o espetáculo Idanha.Rock por Open Orchestra (21 de julho).

Patrícia Pinto |

Música do Dia

Farmácia de Serviço

domingo21-07-2019 Farmácia Morgado Duarte Av. Gen. Humberto Delgado, 55
6000-081 Castelo Branco
Tel: 272341465
Serviço Permanente:
Das 09:00 do dia indicado até às 09:00 do dia seguinte
Farmácia de Reforço:
Só aos Sábados das 08:30 às 12:30 horas