Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utiliza

Castelo Branco
terça-feira
27-06-2017
Céu Limpo
Máx: 27º
|Mín: 12º

Penha Garcia vê 'nascer' Capela de Santa Maria de Guadalupe

17 Jun, 2017

Penha Garcia, no concelho de Idanha-a-Nova, assistiu à inauguração da Capela de Santa Maria de Guadalupe.

Construída pela autarquia idanhense, a Capela foi doada à Paróquia de Penha Garcia de harmonia com o testamento do Padre João Pires de Campos, falecido em 2009, insigne penhagarciense e fervoroso devoto de Santa Maria de Guadalupe.

Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, classificou o dia como “feliz”, perante centenas de pessoas, incluindo individualidades espanholas da região fronteiriça da Extremadura, destaca em nota a autarquia idanhense.

No dia do 8º aniversário do falecimento do Padre João Pires de Campos, Penha Garcia viu nascer um santuário, com a inauguração a ser presidida pelo Reverendíssimo Bispo da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, D. Antonino Dias.

Durante a sessão foi revelado que todo o acervo legado ao Município de Idanha-a-Nova vai ser utilizado na promoção da cultura, sucedendo-se a construção da Capela com a fundação de um Museu e de uma Biblioteca, no espaço da antiga residência do sacerdote de Penha Garcia, que vão ser inaugurados no próximo mês de agosto.